Saber ser, saber estar, saber fazer!

Saber ser, saber estar, saber fazer!

Caros Leitores,

Porque formamos profissionais, citamos Howard Gardner: “É preciso haver um equilíbrio entre o compromisso, a ética e a excelência para ser um bom profissional. Digamos que para “ser bom de verdade” é preciso colocar a alma, emoções, sentimentos e afinco no trabalho. Você não alcança a excelência se […] não se comprometer, portanto, com objetivos que vão mais além das suas necessidades para servir as de todos. E isso exige ética.”

Ao contrário daquilo que por vezes pensamos, é importante que antes de sermos  profissionais, sejamos pessoas. É isso que traz equilíbrio ao desenvolvimento das nossas qualidades profissionais. Não podemos desligar-nos de nós mesmos; ou seja, de certa forma, não podemos dissociar a nossa vida interior da nossa vida profissional. 

A escola é, desde sempre, um elemento determinante no percurso de vida. É-o enquanto escolha vocacional, que pode determinar um percurso profissional, mas também como modeladora de comportamentos, de atitudes e compromissos face a si, aos outros e ao mundo.

A par da formação técnica, elemento determinante na seleção da escola e do curso, sem esquecer a formação científica que é o suporte teórico do saber fazer, a formação sócio-cultural é o escopro que modela o aluno, definindo os seus traços, a sua estrutura, o seu conceito.

Cabe às disciplinas de matriz linguística, cultural e social, a organização do pensamento, a construção do sentido crítico, a proficiência da comunicação escrita e oral, a dimensão estética, cívica e ética do aluno.

O lema do INETE é – Faz de ti um profissional, porque é na escola que aprendemos a orientar o nosso potencial de desenvolvimento como seres humanos!

 

Cristina Basílio, Coordenadora da disciplina de Português 

De que estás à espera?

Faz de ti um Profissional!

De que estás à espera?

Faz de ti um Profissional!

×

Olá!

Contacte-nos pelo WhatsApp

× 918188317