Técnico de Manutenção Industrial – Aeronaves

Perfil

O Técnico de Manutenção de Aeronaves é o profissional qualificado, apto a desenvolver, a orientar e a verificar atividades na área da manutenção preventiva e corretiva de aeronaves, identificando avarias ou anomalias, procedendo ao seu diagnóstico e realizando a substituição, a reparação e a regulação dos equipamentos ou componentes dos sistemas mecânicos, elétricos, eletrónicos e estruturas, em conformidade com procedimentos e técnicas adequadas, segundo o plano de fabrico. Executa a conservação, a reconversão e a assistência técnica de sistemas, visando a melhoria da sua condição funcional, de acordo com as normas de segurança, saúde e ambiente, e regulamentos específicos em vigor.

As atividades principais a desempenhar por este técnico são:

  • Preparar as condições para a receção, manutenção e reparação das aeronaves:
  • Analisar documentação técnica relativa às aeronaves, nomeadamente, cadernetas e registos técnicos de bordo, bem como protocolos de inspeção com o objetivo de determinar o tipo de intervenção a desenvolver;
  • Selecionar e preparar as ferramentas, os equipamentos e os instrumentos de medida e controlo necessários para manutenção e reparação das aeronaves;
  • Preparar as aeronaves para as operações de manutenção e reparação, elevando-a, escorando-a, instalando lastro e isolando sistemas elétricos e mecânicos;
  • Garantir as condições de acesso às aeronaves colocando plataformas, removendo portas e blindagens e abrindo capotagens ou providenciando pela sua execução;
  • Assegurar as condições de segurança das pessoas e das aeronaves instalando ou providenciando pela instalação de sinalização própria de aviso e pela fixação e bloqueamento das aeronaves;
  • Assegurar a limpeza das ferramentas e equipamentos de apoio, do local onde vão decorrer as reparações e das zonas das aeronaves que vão ser sujeitas a intervenções;
  • Executar e verificar os trabalhos de manutenção preventiva verificando os grupos de potência, a célula e os vários sistemas das aeronaves:
  • Inspecionar os diferentes componentes dos equipamentos de voo e desenvolver outras atividades de manutenção programada, tendo em atenção os protocolos de inspeção e outras normas de execução;
  • Substituir unidades e componentes, de acordo com os procedimentos específicos dos fabricantes;
  • Verificar os trabalhos de manutenção preventiva desenvolvidos por outros profissionais da mesma área de intervenção, tendo em conta a regulamentação;
  • Identificar avarias nos grupos de potência, na célula e nos vários sistemas das aeronaves e proceder à reparação e/ou verificação dos trabalhos executados:
  • Desmontar equipamentos, componentes ou peças a reparar, atendendo às especificações técnicas e às medidas de segurança e higiene a adotar;
  • Providenciar pela identificação dos equipamentos, componentes ou peças desmontadas de forma a garantir a rastreabilidade dos mesmos;
  • Identificar as avarias nos grupos de potência, na célula e nos vários sistemas das aeronaves;
  • Substituir equipamentos, componentes ou peças afetadas por anomalias ou danos, montando-os de acordo com as especificações técnicas e respeitando as normas de segurança e higiene do trabalho;
  • Reparar, ajustar, calibrar e ensaiar equipamentos, componentes ou peças, de acordo com as especificações técnicas dos mesmos;
  • Verificar os trabalhos de manutenção corretiva desenvolvidos por outros profissionais da mesma área de intervenção, tendo em conta a regulamentação em vigor;
  • Verificar e/ou efetuar o abastecimento das aeronaves após as operações de inspeção ou de reparação, assegurando que seja efetuada a reposição dos níveis, nomeadamente, de combustível e de lubrificantes;
  • Assegurar as operações de preparação das aeronaves para a execução dos voos, verificando, nomeadamente, se os equipamentos de segurança dos passageiros e tripulantes estão completos e se as proteções de segurança das aeronaves estão retiradas;
  • Proceder ao registo dos trabalhos efetuados e elaborar relatórios das anomalias detetadas durante a inspeção e/ou reparação das aeronaves.

Plano de Estudos

Componentes de formação Disciplinas Total de horas
SÓCIO-CULTURAL Português 320
Língua Estrangeira I, II ou III (b) 220
Área de Integração 220
Tecnologias Informação Comunicação 100
Educação Física 140
SUB-TOTAL 1 000
CIENTÍFICA Matemática 300
Física e Química 200
SUB-TOTAL 500
TÉCNICA Tecnologia e Processos (c) 410
Organização Industrial (c) 120
Desenho Técnico 170
Práticas Oficinais (c) 480
Formação em Contexto de Trabalho 420
SUB-TOTAL 1 600
Carga Horária Total 3 100
(a) Carga horária global, não compartimentada pelos três anos do ciclo de formação, a gerir pela escola no âmbito da sua autonomia pedagógica, acautelando o equilíbrio da carga anual de forma a optimizar a gestão modular e a formação em contexto de trabalho.
(b) O aluno escolhe uma língua estrangeira. Se tiver estudado apenas uma língua estrangeira no ensino básico, iniciará, obrigatoriamente, uma segunda língua no ensino secundário. (c) Esta disciplina contempla módulos específicos para cada uma das variantes acima identificadas.
×

Olá!

Contacte-nos pelo WhatsApp

× 918188317